Os erros que cometi no intercâmbio

Us2Namorado e eu, em uma foto absolutamente não relacionada com o post!

Oi, gente!!! Como vocês estão? Vocês já devem ter percebido que o ano de 2015 é mais rápido que tudo no mundo, né? Foi constatado por mim que o intercâmbio na Coréia acabou e eu ainda tô vivendo numa realidade paralela. Este foi, com certeza, o ano mais diferente da minha vida. Viver por um ano do outro lado do mundo é uma experiência que eu nunca imaginaria, a menos em sonhos remotos que começassem com “Quando eu for rica…”
Pensando nisso tudo, resolvi compartilhar com vocês algumas coisinhas que andei fazendo de errado durante o intercâmbio, hehe. Não sei se são erros comuns ou não, mas se eu pudesse recomeçar, faria um pouco diferente. Mas também não me arrependo da experiência que tive, longe disso. Mas chega de enrolação, e vamos a minha pequena listinha de erros:

1. Criar falsas expectativas

Por mais que você se informe na internet sobre o país onde você vai fazer seu intercâmbio, é normal você criar falsas expectativas. A experiência que outra pessoa teve no exterior nunca será exatamente igual à sua, e isso é ótimo, porque imagina que chato seria viver seus dias como cópias. Entenda: tudo depende da hora, do lugar, de quem você é, de sua bagagem cultural, de suas experiências passadas. Pode ser que você tenha lido em algum blog que o restaurante X em Londres é o melhor bla bla bla, mas bem na sua vez de visitar o bendito, aconteceu um desastre na vida do garçon e ele estava meio mal humorado. Sei lá, pode acontecer tanta coisa. Não fique criando expectativas em relação a tudo, sua vida não vai ser como a de outra pessoa, e você vai acabar se frustrando. Se informe sobre as coisas, mas vá vivendo suas próprias aventuras!

2. Trazer um monte de coisas do Brasil

Antes desse intercâmbio eu nunca havia viajado para o exterior, e a idéia de morar em um país tão longe sempre deu um frio na barriga. E se eu esquecer meus documentos? E se eu não encontrar roupas do meu tamanho? E se tudo for caro e eu ficar muito pobre? O resultado de todos esses “E se…” é que eu levei muita coisa do Brasil para a Coréia. Bom,  não foi MUITA coisa, porque eu sei que tem gente que leva mais, mas certamente foi mais do que eu precisava.
A verdade é que a gente vai se adaptando conforme o lugar. Lógico que existem coisas que são necessárias, como algumas roupas básicas, itens de higiene (para os primeiros dias pelo menos, caso você seja meio perdida, como eu!), medicamentos. Mas não exagere. Não pense que você vai ter que usar aquela meia linda e fofa que você comprou só porque vai estar no exterior (é, a sua vida no exterior NÃO vai ser melhor nem mais bonita só porque você levou umas coisas fofas com você). Ou aquele pijama que você não sabe nem lavar de tão felpudo que é. Leve somente as coisas necessárias, porque provavelmente ao chegar em outro país você vai virar ~aloka das roupas e das coisas fofinhas, dos livros, dos sapatos, e vai querer ter espaço de sobra nas suas malas.

3. Comprar coisas inúteis na Coréia

Eu sou uma pessoa mega pão-dura no Brasil, mas lá na Coréia eu me permiti liberar um pouco, já que todo santo dia eu comia no refeitório da universidade, e a refeição era baratinha. Acabava sobrando um dinheirinho, que eu gastava com cafés, donuts, muita tranqueira de papelaria e umas roupas em promoção. Como tudo que eu comprava era relativamente barato, eu não me importava muito com o dinheiro. Aliás, o dinheiro nunca faltou nem nada, mas o fato era que eu comprava roupas simplesmente porque custavam uns 5 dólares, e na primeira lavagem elas já ficavam cheias de bolinhas. Ou então as roupas não combinavam com o que eu já tinha no guarda-roupa e ficavam esquecidas no seu cantinho. Resultado: aquele arrependimento bateu, um monte de roupas foram doadas. E eu ficava com aquele pensamento de: Oh, se eu não tivesse comprado essa blusa, eu poderia ter feito tal coisa (normalmente essa tal coisa era “comer um doce”, mas ok, não entremos nesse assunto).

4. Procrastinar passeios pensando que ainda tem tempo

Depois de um mês morando na Coréia, comecei a pensar que eu tinha muito tempo pra passear e conhecer lugares novos, afinal eu ia morar lá por um ano. O que aconteceu foi que eu pisquei e já tinham se passado 11 meses, e fueeen. Sério, não faça como eu. Se o dia está bonito e você não tem obrigações urgentes, saia do Facebook e vá passear. É um ano muito curto pra você desperdiçar em meio a um monte de preguiça e inércia.

5. Não guardar pequenas lembranças

Eu adoro juntar recordações e memórias. Eu amo juntar folhas, embalagens de bombom, conchinhas e flores secas que me lembram de lugares bons, pessoas boas e momentos gostosos. Mas por algum motivo desconhecido, não fiz muito disso no intercâmbio. Só mais no final que um espírito acumulador tomou conta de mim, e eu comecei a juntar aquelas luvas de copo dos cafés que eu frequentava, ou os cartões dos restaurantes, etc.

6. Não saber o mínimo da língua

Com certeza o pior erro dessa lista. Desembarquei na Coréia sabendo apenas três palavras em coreano: carro, bicicleta e oi. Nem era suficiente pra formar frase nenhuma, quanto mais sobreviver. Eu esperava que fosse possível me virar super bem só com o inglês, e preciso confessar que muito prepotente em relação a isso. Quebrei a cara, e fiquei um bom tempo de mimimi pensando: “Como é que ninguém fala inglês aqui??”, mas é claro que a culpa não era dos coreanos, mas minha, haha. Enfim, não recomendo a ninguém que vá fazer intercâmbio sem um básico da língua do país destino. Mesmo que as pessoas saibam falar inglês e te ajudem, é muito mais legal se você consegue se virar bem e aperfeiçoar uma língua diferente!

Não acho que esta lista de erros vai ajudar alguém, pois acredito que só mesmo vivenciando por conta própria aprendemos a lição. Foi mais um pequeno desabafo e reflexão sobre este intercâmbio mesmo :)
Espero que tenham gostado!

xx
Suemi

Anúncios

6 comentários sobre “Os erros que cometi no intercâmbio

  1. por mais que a lista seja mais das coisas que tu viveu eu acho ela super válida. é tipo aquele aviso querido que diz: ó, prioriza isso e esquece aqui. só que o isso e o aquilo a gente é que vai selecionar de acordo com a viagem/realidade de cada um né? sempre bom lembrar dessas coisas que a gente tanto esquece quando a emoção fala mais alto :)

    1. Siiim!!! Mas parece o tipo de coisa que quando alguém fala e dá conselhos pra gente, a gente pensa: “Ah, vá, eu não vou fazer nada dessas coisas erradas que você fez, sua ingênua!”. Daí eu vou lá e faço… heheehe
      É errar pra aprender mesmo :)

  2. “normalmente essa coisa era comer um doce” HAAHHAHAHA melhor pessoa.
    adorei sua lista e acho tudo que falou muito válido. acho que quando alguém parte pra uma aventura assim, é tanta coisa pra pensar, que a cabeça fica toda bagunçada – é bom ter umas dicas, hahaha. beijos!

    1. hahahaha, é a situaçãomais comum da minha vida: o arrependimento de nçao ter comido algum doce… o segundo mais comum é: o arrependimento de ter comido muito… Nossa, minha vida gira em torno da comida, o que fazer?
      Né!!! Me estabanei toda no intercâmbio com umas besteiras, seria bom passar um pouco da minha ~sabedoria (aham) pras pessoas, haha

    1. Aaah, na verdade meu intercâmbio já acabou ><''
      Eu já estou de volta ao Brasil, mas como eu tenho muitos posts atrasados da Coreia, fica tudo meio confuso, haha!
      Humm, eu acho que a coisa que mais me faz falta são as coffee shops que existiam aos montes na Coreia, e principalmente a segurança dos lugares, era super normal andar bem tarde da noite sozinha, sem aquele sentimento de que vai ser assaltada ou algo assim.. faz uma falta!
      beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s